AgroPonte 2018: Está aberta a maior vitrine do agronegócio do Sul

AgroPonte 2018: Está aberta a maior vitrine do agronegócio do Sul

Com estrutura ousada e diversos atrativos, feira segue até domingo

Está oficialmente aberta a maior vitrine do agronegócio do Sul catarinense. Desta quarta-feira até domingo, o Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma, será palco da 8ª edição da Feira do Agronegócio e Agricultura Familiar, a AgroPonte, que também traz a 6ª Exposição Estadual de Animais e a 3ª Edição de Bovinos Comerciais Venda Direta. Autoridades do setor, gestores do poder público e lideranças prestigiaram o evento que contou até com brinde.

São cinco dias de feira com mais de 250 expositores, 400 animais e diversas atividades; como palestras, seminários e workshops; julgamento de bovinos, integração e proximidade com o produtor e todo universo do campo. Tudo isso em uma estrutura dobrada em relação à anterior, com 25 mil metros quadrados. Para quem não recebeu o convite, o acesso custa R$ 5.

“Santa Catarina desmistificou a ideia de agricultura pobre. Nossas tecnologias, a diversidade, e a força de vontade do nosso povo, mostrou para o Brasil e para o mundo que somos capazes. E AgroPonte mostra muito isso. É um grande evento que une o meio rural e o urbano de maneira brilhante”,  pontua o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

Para o diretor da NossaCasa Feira & Eventos e organizador da AgroPonte, Willi Backes, a cada edição da feira é dado um novo passo, de forma segura, na direção do crescimento, aperfeiçoamento e melhorias na forma e no conteúdo.

“Ela é resultado da união de esforços e de muitos envolvidos, dentre eles, anônimos. Aqui temos expositores com máquinas, colheitadeiras, tratores, equipamentos, tecnologias e insumos para a agricultura e pecuária, e, mais de 40 associações e cooperativas da agricultura familiar, com exposição de produtos alimentares oriundos das propriedades rurais catarinenses”, apresenta Backes.

Segundo ele, em mais de 80% dos 45 municípios do Sul catarinense, a agricultura familiar e a pecuária são as principais atividades culturais e econômicas, o que reforça a importância da AgroPonte.

“Aqui nasceu para o Brasil o modelo do sistema cooperativo para a eletrificação rural. Hoje o Sul possui a maioria das cooperativas para eletrificação e as cooperativas da agricultura familiar em funcionamento no estado catarinense. Aqui no Sul nasceu ainda a suinocultura e o gado leiteiro. Somos ainda o maior produtor de arroz e mel do Estado e de suma importância para a produção do peixe de água doce. Ousamos nesta edição e esperamos vocês”, convida.

“A AgroPonte é um evento integrador que proporciona vários links de oportunidades no setor produtivo e de consumo; movimentando a economia Sul catarinense de maneira eficiente”, acrescenta o presidente da AMREC e prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, também enalteceu a AgroPonte como sendo um evento que fortalece a economia.

“Parabenizo o Willi Backes por todo o seu empreendedorismo e confiança em nossa cidade. São pessoas como ele, que nos fazem acreditar um Brasil melhor, com oportunidades e de crescimento em setores indispensáveis para  o desenvolvimento”, enfatiza.

Vacinação

Como a feira recebe um grande público, a Prefeitura de Criciúma promove nesta quinta-feira, 16, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e o Sarampo. Pais que tiverem interesse, podem aproveitar a oportunidade para imunizar seus filhos contra as doenças. A vacinação acontecerá dentro da AgroPonte, das 14h às 22h.

 

 Confira a programação:

 

Quinta-feira

 

10h: Seminário com Secretários da Agricultura da AMREC (Auditório da Amrec)

 

14h: Abertura dos portões para acesso ao público (Pavilhão de Exposições José Conti)

 

22h: Encerramento das atividades do dia

 

Sexta-feira

 

10h: Palestra sobre Agricultura Familiar com Athos de Almeida Lopes Filho (Auditório da AMREC)

 

14h: Abertura dos portões para acesso ao público

 

14h15: Julgamento Bovinos Raça Angus (Arena de Julgamentos)

 

17h: Julgamento Bovinos Raça Zebu (Arena de Julgamentos)

 

22h: Encerramento das atividades do dia

 

Sábado

 

10h: Abertura dos portões para acesso ao público

 

10h05: 3º Seminário de Gado de Corte (Auditório da AMREC)

 

10h15: 1ª Exposição Oficial da Raça Crioula – julgamento morfológico (Pista externa de equinos)

 

12h: Confraternização dos pecuaristas (tenda externa)

 

13h: Venda final de bovinos comerciais e PO e PC Rústicos (Pavilhão Bovinos Com.)

 

22h: Encerramento das atividades do dia

 

Domingo

 

10h: Abertura dos portões para acesso ao público (Pavilhão de Exposições José Conti)

 

18h: Encerramento das atividades do dia